Pular para o conteúdo principal

Homem suspeito de estuprar criança de 6 anos é preso no DF

 Ele tem 51 anos e é companheiro da vó da menina. De acordo com a polícia Civil, crime ocorreu dentro da casa da família, no Riacho Fundo.


Por G1 DF

20/08/2020


Um homem, de 51 anos, foi preso nesta quarta-feira (19), suspeito de ter estuprado uma criança, de 6 anos, no Riacho Fundo, no Distrito Federal. De acordo com a Polícia Civil, o homem é companheiro da avó da vítima e cometeu o crime dentro da casa da família.

Segundo a ocorrência registrada na 29ª Delegacia de Polícia, o crime ocorreu no dia 11 de agosto. Conforme o boletim policial, a avó flagrou o momento em que o suspeito estava "acariciando as partes intimas da menina".

Na delegacia, a mulher contou que a neta estava sem calcinha. De acordo com ela, o companheiro "desconversou" e disse que estava cobrindo a menina. Mas, ainda segundo o depoimento da avó, em seguida, a criança contou que as partes íntimas estavam doendo.

As investigações apontam que, no dia seguinte, ao ser confrontado mais uma vez sobre o assunto, o homem não disse mais nada e fugiu de casa, pulando a janela. Ao G1, o delegado Lúcio Valente afirmou que a criança foi ouvida por equipes especializadas.


Outras vítimas


De acordo com Lúcio Valente, a menina não foi a única vítima. Após o registro da ocorrência, uma sobrinha do suspeito, de 18 anos, procurou a delegacia para denunciar abusos que sofreu quando era menor.

A jovem contou que os abusos começaram quando ela tinha cerca de 6 anos. Ela contou que morava com os pais e os irmãos, em uma casa no mesmo lote onde também moravam a avó paterna e o tio – suspeito de agora abusar da menina de 6 anos.

Em meio à pandemia ao novo coronavírus, a Secretaria de Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP) tem canais de atendimento que funcionam 24h. Para denunciar violações aos direitos da crianças e adolescentes, os principais meios são a Coordenação de Denúncias de Violação dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cisdeca), os Conselhos Tutelares e o Disque 100.


Disque 100


Cisdeca: (61) 3213-0657 /3213-0657 / 3213-0763 / 3213-0766

E-mail cisdeca@sejus.df.gov.br

Conselhos Tutelares: veja aqui os telefones

As pessoas também podem recorrer aos seguintes serviços:


Telefone 197


Telefone 190


E-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br


Whatsapp: (61) 98626-1197


Delegacias – que são consideradas serviço essencial – continuam funcionando normalmente. Trinta delas atendem em regime de plantão ininterrupto de 24h.


Aumento no número de ocorrências


De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus), as violações de direitos de crianças e adolescentes no DF aumentaram cerca de 18% entre 23 de março e 19 de maio deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. O intervalo analisado coincide com o de maior isolamento social praticado pela população.

Dados relativos a 2019, analisados pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, mostram que 56% das violações de direitos de crianças e adolescentes ocorreram na casa da vítima e 69% dos casos denunciados no ano passado aconteceram diariamente.


Tipificação da violência


As violações de direitos da criança e do adolescente são divididas em cinco eixos:


Maus-tratos


Negligência


Violência psicológica


Violência física


Violência sexual


Na hora de registrar uma denúncia, é preciso ter algumas informações como:


Identificação do denunciante, ou omissão caso queira guardar anonimato


Um breve relato da situação – qual o tipo de violação e a frequência com que está ocorrendo


Descrição dos envolvidos (crianças, adolescentes e agressores) por características físicas, idade e sexo


Endereço completo para averiguação e encaminhamento para o Conselho Tutelar da região.

Fonte: G1 DF

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

Ex-pastora posa nua no OnlyFans e diz que ‘recebeu chamado’ após ver ‘Titanic’

A ex-pastora, Nikole Mitchell, era líder de uma grande igreja nos Estados Unidos, mas afirma que seu “verdadeiro chamado” era outro. De acordo com matéria do UOL, a stripper, que faz sucesso no OnlyFans, contou que ao assistir “Titanic” e ver a cena em que Rose (Kate Winslet) posa nua para Jack (Leonardo DiCaprio), percebeu que gostaria de fazer o mesmo. “Lembro que estava na oitava série quando assisti ‘Titanic’, e quando a câmera passou pelo corpo nu da Kate Winslet, pensei: ‘Quero fazer isso quando ficar mais velha’”, disse. Então disse que sempre teve esse tipo de pensamentos: “Esses desejos sempre estiveram lá, mas eu não tinha ninguém com quem falar sobre isso porque logo aprendi que esse não é o tipo de conversa que você tem dentro da igreja, infelizmente”, contou. A ex-pastora abandonou a vida religiosa em 2017. Hoje ela mantém a si mesma e seus três filhos com a renda gerada pelo conteúdo produzido no OnlyFans. https://www.oliberal.com/ Fonte: Geral Notícias 

Lázaro Barbosa colocou fogo em uma casa numa fazenda baleou um morador e atirou em mais três pessoas

Segundo G1 de Goaiás, um homem de 32 anos suspeito de matar um casal e dois filhos atirou em quatro pessoas ao fugir de cerco policial em Cocalzinho de Goiás, na noite de sábado (12), segundo o tenente Álvaro Mota, da Polícia Militar do Distrito Federal. Lázaro Barbosa de Sousa não foi localizado até as 10h deste domingo (13). A polícia usa helicópteros e cães farejadores na busca, disse o policial. O oficial informou que ele entrou em uma fazenda na zona rual de Cocalzinho e baleou um morador. Em seguida, fugiu para outra propriedade e atirou em mais três pessoas, que estavam acampadas no local. Ele também colocou fogo em uma casa da fazenda. Os baleados estão com estado de saúde estável, segundo o policial. Informações do G1 de Goiás