Pular para o conteúdo principal

Justiça manda apreender Porsche do deputado Luis Miranda

 

Decisão do juiz Julio Roberto dos Reis, da 25ª Vara Cível de Brasília, ocorre após a vendedora do carro alegar que o parlamentar não pagou pelo veículo

  • Conteúdo do Estadão por Agência Estado
     


O juiz Julio Roberto dos Reis, da 25ª Vara Cível de Brasília, determinou a restrição de venda e circulação e a busca e apreensão de um Posche Cayenne vendido ao deputado federal Luis Miranda (DEM-DF).



A decisão foi dada no âmbito de uma ação de cobrança apresentada contra o parlamentar pela vendedora do carro, que alegou que Luiz Miranda não pagou pelo veículo. O magistrado considerou que havia indícios de que a mulher tenha sido vítima de 'inadimplemento ou mesmo fraude'.

"Diante da demonstração da probabilidade do direito e risco de ineficácia do provimento final, em razão do histórico do demandado em não honrar obrigações reconhecidas pela Justiça, é caso de concessão da tutela para restrição via Renajud e busca e apreensão do veículo objeto da lide, pois há risco de ineficácia do provimento com a demora da citação ou risco de dilapidação patrimonial ou alienação do bem a terceiro de boa-fé.", registrou o juiz.

A decisão liminar foi dada no último dia 29 e determina que a autora da ação seja a 'depositária fiel do bem'. Ainda cabe recurso. Segundo o Tribunal de Justiça do DF, na petição inicial, a autora da ação narrou que vendeu o veículo ao parlamentar, por meio de procuração pública em nome do comprador, sendo que Luis Miranda teria se comprometido a pagar o preço combinado pelo carro, de R$ 130 mil, no prazo de três dias.

A Corte indicou ainda que 'confiando na sua reputação de figura pública, para aperfeiçoar a transação, a autora outorgou ao devedor procuração com poderes para que pudesse atuar em causa própria'.

No entanto, o deputado federal não teria efetuado o pagamento de nenhuma quantia pela compra do carro. A autora argumentou que tentou, por diversas vezes, resolver a situação com o requerido, mas não obteve sucesso.

Na decisão, o juiz Julio Roberto dos Reis afirmou que 'não era o caso' se oficiar o Ministério Público para apurar eventual crime. Indicou ainda que tal providência deve partir da autora da ação, 'que pode comunicar o fato à fato à autoridade policial e daí iniciar, se for o caso, a apuração criminal'.

Outro lado

O deputado Luis Miranda diz que "é vítima de uma tentativa de estelionato". "Todas as provas, que incluem o documento de transferência e os comprovantes de pagamento, foram entregues às autoridades policiais.", afirma.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Estrutural: Casal suspeito de tentativa de sequestrar crianças

Imagem de divulgação  De acordo com moradores de Estrutural Distrito Federal, nas casinhas, circulam um casal suspeito com intenção de sequestrar crianças num carro não identificado. Os boatos circulam por toda a Estrutural. Uma das vítimas contou que a mulher criminosa, desceu com uma enorme faca nas mãos, tentou sequestrar uma criança da própria mãe. Os criminosos, não tiveram êxito foram surpreendidos pelos moradores nas proximidades e fugiram. "Pessoas da cidade Estrutural e região das casinhas, está circulando um casal pela região num carro branco sem identificar a placa e modelo com intenção de sequestrar crianças, aconteceu um fato do casal criminoso querer tomar uma criança na manhã desta terça-feira (11/05), da mão própria mãe com a faca, o caso aconteceu nas casinhas na quadra 08 do Setor Oeste”, disse a moradora Gabriela Godoy. Caso se repita o crime. Denuncie: 197 - Polícia Civil e no 190 - PM-DF Redação: RANEWS e TV COMUNITÁRIA DE ESTRUTURAL - DF

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

GDF: as escutas telefônicas que aterrorizam alguns secretários

  8 out 2020 informações atualizada Por Mino Pedrosa A queda de braço velada entre o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres e o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF), vem causando pânico em alguns secretários nos bastidores. Há algumas semanas atrás o governador tomou conhecimento de que Anderson Torres incentivava o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) a fazer um pente fino em algumas secretarias informando que a “roubalheira é grande”. Ibaneis então ficou indignado ao ponto de imaginar cortar a cabeça do secretário infiel. No entanto, foi de pronto alertado por seus fiéis escudeiros de que seria um enorme tiro pela culatra. Em uma sóbria sondagem descobriu que Torres tem em suas mãos informações das mais de quatro mil horas de gravações em escutas telefônicas nas principais secretarias como educação e saúde, autorizadas pela justiça desde 2016, ainda na gestão de Rodrigo Rollemberg. As paredes dos gabinetes dão conta do desespero que