Pular para o conteúdo principal

Quem tem de se preocupar com Moro é Bolsonaro, diz Lula

Regina Bochicchio - Especial para a AE

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, em entrevista a um conjunto de rádios do interior da Bahia, que gostaria de participar de um debate com o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, caso o ex-juiz da Lava Jato viabilize sua candidatura à Presidência da República em 2022. O petista disse ainda que o presidente Jair Bolsonaro é quem deve estar preocupado com uma eventual candidatura de Moro.

"Não tenho um pingo de preocupação", disse Lula, dando a entender que pode ser candidato. "Se tiverem que lançar o Moro como candidato, que lancem. Quem deve estar preocupado com ele é o Bolsonaro", afirmou o petista, cuja candidatura é impedida com base na Lei da Ficha Limpa.

E acrescentou: "Tem gente que acha que Moro deve ser um candidato forte. Eu sinceramente gostaria de ver o Moro disputando uma eleição presidencial. Gostaria de poder participar de um debate com o Moro, cara-a-cara, na televisão, para chamá-lo de mentiroso, olhando na cara dele sem a proteção da toga."

Lula disse ainda que Moro tem pouco caráter e dignidade. "Ele está fazendo tipo, ele fez tipo no meu processo, ele sabe que ele mentiu. Ele sabia que precisava me condenar. Ele faz parte do jogo sujo, sujando a história do poder Judiciário Brasileiro, ele sabe disso. Eu dizia isso pra ele."

O ex-presidente da República afirmou também que sua condenação foi por "crime indeterminado". "O Moro deveria escrever num pedacinho de papel o que é um crime indeterminado."

Introdução Inglês:

Former President of the Republic Luiz Inácio Lula da Silva (PT) stated, in an interview with a group of radio stations in the interior of Bahia, that he would like to participate in a debate with former Minister of Justice Sérgio Moro, in case the former judge of Lava Jato make his candidacy for the Presidency of the Republic viable in 2022. The PT also said that President Jair Bolsonaro is the one who should be concerned about a possible candidacy by Moro.

"I don't have an ounce of concern," said Lula, implying that he could be a candidate. "If they have to launch Moro as a candidate, let them launch. Who should be worried about him is Bolsonaro," said the PT, whose candidacy is prevented based on the Clean Record Law.

He added: "There are people who think that Moro should be a strong candidate. I sincerely would like to see Moro running for a presidential election. I would like to be able to participate in a debate with Moro, face-to-face, on television, to call him a liar, looking him in the face without the protection of the toga. "

Lula also said that Moro has little character and dignity. "He's doing like, he did like in my lawsuit, he knows he lied. He knew he needed to condemn me. He's part of the dirty game, dirtying the history of the Brazilian Judiciary, he knows that. I told him that . "


The former President of the Republic also stated that his conviction was for "indeterminate crime". "Moro should write on a piece of paper what is an undetermined crime."




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto que o Brasil precisa

Willian Gonçalves Faria - Foto/divulgação       Willian Gonçalves faria, natural de Patos de Minas MG, 28 anos de idade, morador de São de Sebastião Distrito Federal , vem lutando pela melhoria das políticas pública de educação tem um projeto de sua autoria que percorre esferas do governo federal em prol da educação. O projeto: ”Ensino de Portas Abertas a Arte, Cultura e Inovação” – trabalhando o conceito vida consiste em introduzir dentro da matriz escolar soluções positivas junto a crianças e adolescentes apoiado pelos professores. Sendo construído em sala de aula em troca mútua de conhecimento, ou seja, o projeto consiste em inserir no dia a dia da escola ações que possibilitem tomadas de decisões com situações reais que acontecem no país. William Gonçalves Faria - Foto/divulgação  O jovem oriundo do Estado de JK, visionário igualmente ao presidente construtor da capital Federal conhecedor e experiente nas lutas e discurssões sociais por meio de ONGs e entidades representativas ecle

Moradores encontram cabeça decapitada em praça no Entorno do DF

 A  vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A Polícia Civil do Estado de Goiás busca pelos autores do crime Por Darcianne Diogo 02/07/2021 23:29 - Atualizado Material cedido ao Correio Moradores encontraram, na noite dessa sexta-feira (2/7), uma cabeça decapitada na Praça Santa Lúcia, em Águas Lindas de Goiás — distante cerca de 48km de Brasília. Até a última atualização dessa reportagem, ninguém havia sido preso. O corpo não foi encontrado. Testemunhas relataram à reportagem que passavam pela área, quando se depararam com a cabeça. A perícia da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) foi acionada e está no local. A vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A polícia apura a motivação do crime. Ao longo das investigações, surgiu-se a informação de que o membro poderia ser do jovem, de 19 anos, assassinado em 13 de maio. O corpo de Mateus dos Santos Sousa foi encontrado decapitado em um córrego, na região de Brazlândia, próximo à Ponte Maranata, a 200 me

GDF lança edital para construção de creche na Estrutural

O Governo do Distrito Federal (GDF) publicou no Diário Oficial DF (DODF) o edital de concorrência para a construção de um Centro de Educação para a Primeira Infância (Cepi), na Cidade Estrutural. O espaço, que terá capacidade para receber até 188 crianças, foi orçado em R$ 3,4 milhões e deverá ser entregue à população no segundo semestre de 2022. A região reivindica há anos a existência de novas creches. Atualmente, segundo o governo, cerca de 276 crianças estudam em creches conveniadas justamente por falta de espaço público. Com a construção do Cepi, que vai ser edificado na Quadra 3, Área Especial 2, no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento, o governo pretende atender as crianças em dois turnos ou em turno integral. O novo Cepi será constituído de cinco salas para atendimento à faixa etária de zero a seis anos; salas multiuso e administrativas, fraldário, lactário, sanitários, cozinha, refeitório, playground, fechamentos com gradil, portões e muro; calçadas, rampas, estacio