Pular para o conteúdo principal

Uruçuí-PI: Conheça o pré-candidato a vereador Edilson Miranda

Especialista em construção civil e autônomo, Edilson Miranda é uma das caras novas na política uruçuiense

Por Rodrigo Abreu, www.ranews.com.br — Brasília Distrito Federal 07/08/2020 Atualizado

Edilson Miranda tem seu nome na lista de pré-candidatos a vereador do PTB de Uruçuí-PI. foto de divulgação.



  Pensando no próximo pleito eleitoral que deverá acontecer em novembro de 2020, o Portal criou o espaço “Café e Conversa”, com o objetivo de apresentar à população os pré-candidatos aos poderes executivo e legislativo dos Municípios do Brasil.

Nesta sexta-feira (7), traremos a primeira entrevista do espaço " Café e Conversa" com o pré-candidato ao cargo de vereador em Uruçuí-PI, o Edilson Miranda do partido PTB.


Quem é o Edilson Miranda?



Edilson Miranda têm 49 anos de idade, cônjuge em união estável com Maria Salvadora Pereira dos Santos, pai de três filhos. Nasci aqui em Uruçuí, venho de uma família simples, tenho um estilo de vida simples, mas venho de uma família que traz valores de caráter, de honestidade, e tenho uma convicção bem certa do meu propósito de vida, eu entendo que nós estamos aqui para estar ajudando o próximo através dos nossos dons e talentos e sou um entusiasmado por causas em educação, trabalho e esporte e lazer. 



O que o levou a escolha pelo partido PTB, qual é a ideologia do partido?



Eu resolvi efetivamente assumir o desafio de pré-candidatura a vereador, foi com um propósito de poder contribuir para uma transformação política em nossa cidade. Eu fui à procura de um grupo que tivesse um projeto de políticas públicas e o PTB têm sido protagonista nesse sentido. 


Então eu ouvi alguns presidentes de partidos e o que mais me agradou, por também apresentar essas características e princípios, foi o projeto do PTB. Meu partido apoia o Prefeito Wagner Coelho, o prefeito desenvolve um bom trabalho na cidade de Uruçuí e região e defendemos emprego para as famílias.  



Edilson Miranda, essa é a primeira eleição em que de fato você coloca o seu nome à disposição, mas para que à população o conheça melhor, quais são suas raízes dentro da política Uruçuiense?



Nasci, estudei e moro em Uruçuí, desde muito pequeno trabalhei com minha família na Zona Rural da Estiva. Sou cristão e sempre fiz parte de grupos de ações sociais cultural. Entendo que à cultura tem um papel muito importante em preparar cidadãos mais conscientes para a sociedade, com o passar do tempo assumi lideranças na produção de eventos culturais e como mestre de obras em grandes  corporações de construtoras quando morava no Distrito Federal, um lugar que oxigena política. Partindo desse princípio, comecei a conhecer a política partidária, e por ter uma noção do tamanho da influência que à política tem na vida das pessoas, resolvi ir buscar conhecimento, buscar como funciona as relações de poder em uma sociedade de forma científica.


Ainda dentro deste contexto, qual a importância da participação do eleitor, nos processos de decisão de Uruçuí?



Entendo que a relação da sociedade com os políticos deve ser a mesma, as pessoas precisam cobrar dos gestores públicos, o que ela realmente espera para a sociedade. E para que essa cobrança tenha efeito, a sociedade precisa participar dos processos de decisão. Nós temos alguns mecanismos que garantem essa participação, mas precisamos cobrar dos nossos representantes a democratização destes mecanismos, e ainda mais, cobrar a criação de outros mecanismos que possam abraçar o maior número de pessoas, conforme as suas necessidades e impossibilidades. Uma cidade em que a sociedade é engajada e participa das decisões, das prioridades para alocação de recursos, uma cidade em que à população participa das escolhas de onde será investido o dinheiro público. Eu tenho com toda certeza é uma cidade mais transparente, mais próspera e desenvolvida, o meu sonho é ver Uruçuí assim.



Edilson Miranda, mudar esse pensamento quase que coletivo da população, onde se enxerga o eleitor apenas como um voto a ser computado, onde não se acredita mais em nenhuma forma de imputar o real significado da política em nossa sociedade?



Participar da política é mais que votar, acredito que se queremos políticos melhores, como sociedade precisamos nos preparar, para fazer uma melhor escolha. E como iremos escolher bons representantes, se não sabemos a real necessidade da nossa cidade. Acredito que o conhecimento através da educação é a melhor e única maneira de motivar as pessoas a querer participar da política.



Sobre o potencial de Uruçuí e suas considerações finais...



Uruçuí é uma cidade maravilhosa por seus diversos atributos, principalmente por suas riquezas naturais, mas eu vejo que com o passar do tempo, Uruçuí cresceu, mas não se desenvolveu de forma planejada e inteligente. E a consequência disso tudo, é a queda na qualidade dos serviços públicos. As regiões rurais precisam de uma atenção muito especial, principalmente no avanço da educação, trabalho e esporte e lazer. Quero agradecer a oportunidade em poder falar, daquilo que vem sendo as minhas motivações de projetos. Eu defendo que à política é uma ferramenta de transformação para melhorar a vida das pessoas, quero provar que quanto mais as pessoas participarem e estiverem informadas, melhor será pra todos. Afirmo que a transparência o combate a corrupção e a participação social, devem ser alicerces indispensáveis em um bom trabalho público.


Espaço Café e Conversa

Este espaço é destinado para qualquer figura pública, pré-candidatos e formadores de opinião do Brasil, se você deseja participar do CAFÉ E CONVERSA, entre em contato com o portal, através das redes sociais, pelo e-mail politicsofbrazil@gmail.com ou pelo telefone, 61 982587234.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Estrutural: Casal suspeito de tentativa de sequestrar crianças

Imagem de divulgação  De acordo com moradores de Estrutural Distrito Federal, nas casinhas, circulam um casal suspeito com intenção de sequestrar crianças num carro não identificado. Os boatos circulam por toda a Estrutural. Uma das vítimas contou que a mulher criminosa, desceu com uma enorme faca nas mãos, tentou sequestrar uma criança da própria mãe. Os criminosos, não tiveram êxito foram surpreendidos pelos moradores nas proximidades e fugiram. "Pessoas da cidade Estrutural e região das casinhas, está circulando um casal pela região num carro branco sem identificar a placa e modelo com intenção de sequestrar crianças, aconteceu um fato do casal criminoso querer tomar uma criança na manhã desta terça-feira (11/05), da mão própria mãe com a faca, o caso aconteceu nas casinhas na quadra 08 do Setor Oeste”, disse a moradora Gabriela Godoy. Caso se repita o crime. Denuncie: 197 - Polícia Civil e no 190 - PM-DF Redação: RANEWS e TV COMUNITÁRIA DE ESTRUTURAL - DF

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

GDF: as escutas telefônicas que aterrorizam alguns secretários

  8 out 2020 informações atualizada Por Mino Pedrosa A queda de braço velada entre o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres e o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF), vem causando pânico em alguns secretários nos bastidores. Há algumas semanas atrás o governador tomou conhecimento de que Anderson Torres incentivava o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) a fazer um pente fino em algumas secretarias informando que a “roubalheira é grande”. Ibaneis então ficou indignado ao ponto de imaginar cortar a cabeça do secretário infiel. No entanto, foi de pronto alertado por seus fiéis escudeiros de que seria um enorme tiro pela culatra. Em uma sóbria sondagem descobriu que Torres tem em suas mãos informações das mais de quatro mil horas de gravações em escutas telefônicas nas principais secretarias como educação e saúde, autorizadas pela justiça desde 2016, ainda na gestão de Rodrigo Rollemberg. As paredes dos gabinetes dão conta do desespero que