Pular para o conteúdo principal

Senado Federal aprova reajuste salarial para policiais e bombeiros do DF

A MP nº 971 garantiu a recomposição salarial para policiais militares e civis e bombeiros da capital. Texto foi aprovado na data-limite


MANOELA ALCÂNTARA
CAIO BARBIERI


22/09/2020 17:03,ATUALIZADO 22/09/2020



O Senado Federal aprovou a Medida Provisória nº 971, de 2020, que prevê a reco
mposição salarial para policiais civis e militares e bombeiros do Distrito Federal, Amapá, de Rondônia e Roraima. Durante sessão realizada nesta terça-feira (22/9), os parlamentares se posicionaram a favor do relatório elaborado pelo senador Izalci Lucas (PSDB). Com a decisão, os servidores têm a recomposição e não precisam devolver nenhuma parte das verbas que vinham recebendo desde janeiro de 2020.
IZALCI SENADOR DO DISTRITO FEDERAL (IMAGEM CEDIDA)


Apenas o senador Jorginho Mello (PL/SC) votou contra. O texto foi a plenário com acordo de líderes, por isso, não houve votos nominais, apenas simbólicos. O texto agora segue para a promulgação do presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP)

“Essa medida chegou a ser editada em 2019, mas, por questões orçamentárias, precisou ser adiada. Por ser Fundo Constitucional, teve de ser aprovada pelo Congresso Nacional. O meu voto é pelo atendimento de relevância e urgência da medida provisória”, afirmou Izalci Lucas.

A fim de evitar que a matéria retornasse para a Câmara dos Deputados, o relator rejeitou todas as emendas apresentadas na Casa.
Embora os parlamentares do Congresso tenham sugerido 74 emendas à MP, a medida provisória passou sem nenhuma das sugestões feitas ao longo do processo de discussão acerca da recomposição. Essa foi a solução encontrada para que o texto fosse votado a tempo de não caducar. O prazo final para a votação era esta terça-feira (22/9). Assim, houve uma corrida contra o tempo para que não houvesse questionamentos ou possibilidade de reprovação.

Negociações nos bastidores tentam emplacar parte das 74 emendas em projetos de lei à parte, que serão votados em momento posterior.

“Meu relatório foi aprovando o texto que passou na Câmara. Esta terça é a data-limite para aprovação da matéria, e não podemos correr o risco de perder as conquistas que ela traz”, frisou Izalci. Se a Casa quisesse fazer qualquer alteração na MP 971, o risco seria perder a eficácia. Isso acontece quando a medida já tramitou por 120 dias e não foi votada. Para que isso não ocorresse, ela precisava, necessariamente, passar pela apreciação dos senadores.

Para a senadora Leila Barros (PSB-DF), a aprovação da MP 971 é a conclusão de um acordo construído há muito tempo envolvendo os governos federal e Distrital, o Congresso Nacional e os maiores interessados, os policiais civis e militares e os bombeiros do Distrito Federal.

“O último reajuste salarial para as forças segurança do DF foi em 2013. Trata-se portanto de uma correção da defasa
gem remuneratória que enfrentavam por terem sido preteridos no orçamento dos últimos anos. Por fim, a recomposição não representa aumento de gastos para a União, pois os recursos já estão previstos no FCDF”, disse.
Recomposição

O texto prevê reajuste de 25% na Vantagem Pecuniária Especial (VPE) devida a policiais militares e bombeiros do DF. Na Polícia Civil, o aumento é de 8% linear para todos os cargos.


A medida provisória também corrige em 25% a tabela da VPE devida a PMs e bombeiros da ativa, inativos e pensionistas dos ex-territórios do Amapá, de Rondônia e de Roraima.

Essas carreiras fazem parte de quadro de servidores da União atualmente em extinção. A medida foi autorizada pela Lei nº 14.001, de 2020. A estimativa é de que o impacto da recomposição salarial neste ano fique em pouco mais de R$ 519 milhões.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Estrutural: Casal suspeito de tentativa de sequestrar crianças

Imagem de divulgação  De acordo com moradores de Estrutural Distrito Federal, nas casinhas, circulam um casal suspeito com intenção de sequestrar crianças num carro não identificado. Os boatos circulam por toda a Estrutural. Uma das vítimas contou que a mulher criminosa, desceu com uma enorme faca nas mãos, tentou sequestrar uma criança da própria mãe. Os criminosos, não tiveram êxito foram surpreendidos pelos moradores nas proximidades e fugiram. "Pessoas da cidade Estrutural e região das casinhas, está circulando um casal pela região num carro branco sem identificar a placa e modelo com intenção de sequestrar crianças, aconteceu um fato do casal criminoso querer tomar uma criança na manhã desta terça-feira (11/05), da mão própria mãe com a faca, o caso aconteceu nas casinhas na quadra 08 do Setor Oeste”, disse a moradora Gabriela Godoy. Caso se repita o crime. Denuncie: 197 - Polícia Civil e no 190 - PM-DF Redação: RANEWS e TV COMUNITÁRIA DE ESTRUTURAL - DF

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

Ex-pastora posa nua no OnlyFans e diz que ‘recebeu chamado’ após ver ‘Titanic’

A ex-pastora, Nikole Mitchell, era líder de uma grande igreja nos Estados Unidos, mas afirma que seu “verdadeiro chamado” era outro. De acordo com matéria do UOL, a stripper, que faz sucesso no OnlyFans, contou que ao assistir “Titanic” e ver a cena em que Rose (Kate Winslet) posa nua para Jack (Leonardo DiCaprio), percebeu que gostaria de fazer o mesmo. “Lembro que estava na oitava série quando assisti ‘Titanic’, e quando a câmera passou pelo corpo nu da Kate Winslet, pensei: ‘Quero fazer isso quando ficar mais velha’”, disse. Então disse que sempre teve esse tipo de pensamentos: “Esses desejos sempre estiveram lá, mas eu não tinha ninguém com quem falar sobre isso porque logo aprendi que esse não é o tipo de conversa que você tem dentro da igreja, infelizmente”, contou. A ex-pastora abandonou a vida religiosa em 2017. Hoje ela mantém a si mesma e seus três filhos com a renda gerada pelo conteúdo produzido no OnlyFans. https://www.oliberal.com/ Fonte: Geral Notícias