Pular para o conteúdo principal

Fuga em Brasília: Dezessete presos fogem do Complexo Penitenciário da Papuda, no DF

Policiais começaram buscas em São Sebastião, região do presídio, na madrugada desta quarta-feira (14); seis internos foram recapturados pela manhã. Administração da Papuda informou que detentos fugiram pelo teto.


Por Walder Galvão, G1 DF

14/10/2020 06h56  Atualizado


A Secretaria de Administração Penitenciária (Seape) do Distrito Federal informou que 17 detentos fugiram do Complexo Penitenciário da Papuda na madrugada desta quarta-feira (14). Até a última atualização desta reportagem, seis detentos haviam sido capturados.

Por volta de 2h, policiais militares e penais iniciaram a procura dos internos. De acordo com a administração do presídio, eles fugiram pelo teto do Centro de Detenção Provisória (CDP) – onde ficam presos que ainda não foram condenados e aguardam por julgamento.


"Todas as providências necessárias já estão sendo tomadas, tanto para a recaptura dos foragidos, bem como para apuração das circunstâncias em que ocorreu a fuga", afirmou o secretário de Administração Penitenciária do DF, delegado Agnaldo Curado, por meio de nota encaminhada pela Seape.

Entre os fugitivos, dois cumpriam pena em regime fechado, 12 estavam no provisório e um no semiaberto. Um deles recebeu nível três de periculosidade, o que é considerado de risco pelo sistema penitenciário. Não há informações sobre os crimes cometidos.


As buscas ocorrem nas regiões próximas ao presídio, como São Sebastião e Jardins Mangueiral. Veja o nome dos detentos que estavam foragidos até as 13h:


Antonio Marcos da Silva de Souza


Paulo Henrique Silva de Castro


Wanderson da Silva Santos


Erison Vieira de Moraes


Márcio Vinícius de Souza Andrade


Romildo Santos da Silva


Ismauro Gonçalves de Oliveira


Gabriel Nathan da Rocha Bessio


Pétryck Cardoso de Souza


Thiago Henrique Souza Silva


Lucas Caldeira da Silva


A orientação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) para quem tiver informações sobre os foragidos é que acione as forças de segurança pelos telefones:


Polícia Militar: 190


Polícia Civil: 197

WhatsApp da PCDF: (61) 98626-1197


Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (Seape): (61) 3339-1345

Ainda no início da manhã, os policiais reforçaram as rondas em São Sebastião e no Jardins Mangueiral, regiões próximas ao Complexo Penitenciário da Papuda.

Os policiais percorreram áreas rurais e estradas de terra, na tentativa de localizar os detentos. Além disso, os ônibus que deixavam São Sebastião passaram a ser vistoriados. Os passageiros foram abordados por policiais militares.

De acordo com o porta-voz da Polícia Militar, o major Michello Bueno, os presos fugiram por uma região de mata, que fica atrás do presídio. De acordo com ele, a área tem vegetação densa, o que dificulta as buscas. "Possivelmente foram [os presos] para São Sebastião", disse.

De acordo com o militar, os criminosos ainda invadiram uma residência e conseguiram roupas.


Fuga na Papuda

Esta não é a primeira vez que ocorre uma fuga na Papuda este ano. No dia 28 de janeiro, três presos fugiram do presídio por um buraco aberto em uma das celas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o trio deixou o presídio pelo bloco 1 do CDP.

Em 17 de maio, um grupo de presos, também do CDP, tentou fugir durante a madrugada. Os detentos, que pertencem a uma organização criminosa, tentaram quebrar os cadeados das celas, entretanto, foram contidos pelos policiais penais.

Informações do G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto que o Brasil precisa

Willian Gonçalves Faria - Foto/divulgação       Willian Gonçalves faria, natural de Patos de Minas MG, 28 anos de idade, morador de São de Sebastião Distrito Federal , vem lutando pela melhoria das políticas pública de educação tem um projeto de sua autoria que percorre esferas do governo federal em prol da educação. O projeto: ”Ensino de Portas Abertas a Arte, Cultura e Inovação” – trabalhando o conceito vida consiste em introduzir dentro da matriz escolar soluções positivas junto a crianças e adolescentes apoiado pelos professores. Sendo construído em sala de aula em troca mútua de conhecimento, ou seja, o projeto consiste em inserir no dia a dia da escola ações que possibilitem tomadas de decisões com situações reais que acontecem no país. William Gonçalves Faria - Foto/divulgação  O jovem oriundo do Estado de JK, visionário igualmente ao presidente construtor da capital Federal conhecedor e experiente nas lutas e discurssões sociais por meio de ONGs e entidades representativas ecle

Moradores encontram cabeça decapitada em praça no Entorno do DF

 A  vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A Polícia Civil do Estado de Goiás busca pelos autores do crime Por Darcianne Diogo 02/07/2021 23:29 - Atualizado Material cedido ao Correio Moradores encontraram, na noite dessa sexta-feira (2/7), uma cabeça decapitada na Praça Santa Lúcia, em Águas Lindas de Goiás — distante cerca de 48km de Brasília. Até a última atualização dessa reportagem, ninguém havia sido preso. O corpo não foi encontrado. Testemunhas relataram à reportagem que passavam pela área, quando se depararam com a cabeça. A perícia da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) foi acionada e está no local. A vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A polícia apura a motivação do crime. Ao longo das investigações, surgiu-se a informação de que o membro poderia ser do jovem, de 19 anos, assassinado em 13 de maio. O corpo de Mateus dos Santos Sousa foi encontrado decapitado em um córrego, na região de Brazlândia, próximo à Ponte Maranata, a 200 me

GDF lança edital para construção de creche na Estrutural

O Governo do Distrito Federal (GDF) publicou no Diário Oficial DF (DODF) o edital de concorrência para a construção de um Centro de Educação para a Primeira Infância (Cepi), na Cidade Estrutural. O espaço, que terá capacidade para receber até 188 crianças, foi orçado em R$ 3,4 milhões e deverá ser entregue à população no segundo semestre de 2022. A região reivindica há anos a existência de novas creches. Atualmente, segundo o governo, cerca de 276 crianças estudam em creches conveniadas justamente por falta de espaço público. Com a construção do Cepi, que vai ser edificado na Quadra 3, Área Especial 2, no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento, o governo pretende atender as crianças em dois turnos ou em turno integral. O novo Cepi será constituído de cinco salas para atendimento à faixa etária de zero a seis anos; salas multiuso e administrativas, fraldário, lactário, sanitários, cozinha, refeitório, playground, fechamentos com gradil, portões e muro; calçadas, rampas, estacio