Pular para o conteúdo principal

Estrutural-DF: Rodrigo Abreu pode ser o primeiro deputado eleito na Estrutural

  Entre possíveis candidatos a deputado distrital, Rodrigo Abreu é considerado favorito. Embora não admita que será candidato, o líder comunitário tem uma ótima relação até com membros representantes de partidos de oposição na cidade, como o PT. O atual assessor parlamentar e representante do PSDB local também tem força junto ao senador Izalci Lucas presidente do PSDB-DF e de João Dória é o único com força política para enfrentar o presidente Jair Bolsonaro, habilidade de negociação e é considerado leal aos acordos feitos. O Rodrigo Abreu integra o mesmo partido do Senador Izalci Lucas, e a nominata dele ganhou força após as polêmicas relacionadas à defesa do candidato local.


Rodrigo Abreu e o senador Izalci no Palácio do Planalto no sancionamento da Lei de Regularização 13.465.

  Rodrigo Abreu devolveu através de reuniões com outros representantes de partidos e ajudando no fortalecimento das prefeituras comunitária quando atuou no Conselho Comunitário do SCIA, em 2011, foi eleito como prefeito de quadra com a maior proporcionaldade de votos na Estrutural, com isso, a possibilidade de  disputar o cargo se potencializou, para assumir uma cadeira na Câmara Legislativa. Pessoas próximas ao líder avaliam que ele conseguiu de vez o apoio do PSDB local e nacional para a disputa. Nos últimos anos, o Rodrigo Abreu tem acompanhado o partido e o senador em agendas na cidade. Além de estar presente à cerimônia de sanção da Lei 13465 de regularização, o Rodrigo Abreu tem aparecido em eventos mais populares — como na inauguração do Wi-Fi Social Estrutural, encontro com diplomatas de Embaixadas, Conselho das Mulheres do DF, apoiou vários candidatos que foram eleitos no Entorno e em outros Municípios brasileiro, dentre eles, dois primos foram eleitos a vereador seu tio foi reeleito novamente a prefeito no Município de Uruçuí Piauí, conhecidamente, a cidade do agronegócio e capital do cerrado no Sul do Estado.



  "Ainda há tempo de a cidade Estrutural se conscientizar e votar em quem seja morador local. Quem mudará a história da cidade é as pessoas que votam nela, nós deveremos ter á responsabilidade na hora de votar e conscientizarmos o morador a não votar por uma cesta básica, uma vaga de emprego ou de seguimento orientado por lideranças comunitária e religiosa de candidaturas externas que não tem compromisso com os moradores. Eles ganham vão embora e a cidade perde muito votando errado" - Diz o Rodrigo Abreu.


  Com fim das coligações proporcionais pode refletir em 2022, partidos menores podem perder capacidade de conquistar cadeiras no legislativo local e, posteriormente, no Congresso Nacional. O PSDB é um partido grande. Os partidos MDB, DEM e PSDB foram os que mais elegeram prefeitos nas capitais; 11 dos 13 apoiados por Bolsonaro fracassaram. Ou seja, o cenário é favorável para o Rodrigo Abreu ser o primeiro deputado distrital eleito pela Estrutural, levando uma referência e um gabarito político a toda população do Distrito Federal.

Fonte: RA - news

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Na Estrutural: Casal suspeito de tentativa de sequestrar crianças

Imagem de divulgação  De acordo com moradores de Estrutural Distrito Federal, nas casinhas, circulam um casal suspeito com intenção de sequestrar crianças num carro não identificado. Os boatos circulam por toda a Estrutural. Uma das vítimas contou que a mulher criminosa, desceu com uma enorme faca nas mãos, tentou sequestrar uma criança da própria mãe. Os criminosos, não tiveram êxito foram surpreendidos pelos moradores nas proximidades e fugiram. "Pessoas da cidade Estrutural e região das casinhas, está circulando um casal pela região num carro branco sem identificar a placa e modelo com intenção de sequestrar crianças, aconteceu um fato do casal criminoso querer tomar uma criança na manhã desta terça-feira (11/05), da mão própria mãe com a faca, o caso aconteceu nas casinhas na quadra 08 do Setor Oeste”, disse a moradora Gabriela Godoy. Caso se repita o crime. Denuncie: 197 - Polícia Civil e no 190 - PM-DF Redação: RANEWS e TV COMUNITÁRIA DE ESTRUTURAL - DF

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

GDF: as escutas telefônicas que aterrorizam alguns secretários

  8 out 2020 informações atualizada Por Mino Pedrosa A queda de braço velada entre o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres e o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF), vem causando pânico em alguns secretários nos bastidores. Há algumas semanas atrás o governador tomou conhecimento de que Anderson Torres incentivava o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) a fazer um pente fino em algumas secretarias informando que a “roubalheira é grande”. Ibaneis então ficou indignado ao ponto de imaginar cortar a cabeça do secretário infiel. No entanto, foi de pronto alertado por seus fiéis escudeiros de que seria um enorme tiro pela culatra. Em uma sóbria sondagem descobriu que Torres tem em suas mãos informações das mais de quatro mil horas de gravações em escutas telefônicas nas principais secretarias como educação e saúde, autorizadas pela justiça desde 2016, ainda na gestão de Rodrigo Rollemberg. As paredes dos gabinetes dão conta do desespero que