Pular para o conteúdo principal

Os moradores revoltaram com edital de Ibaneis Rocha


Trezentos lotes em Arniqueira começou a ser regularizados a partir desta quinta-feira (20). O edital de chamamento de venda direta, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), contempla imóveis da URB 005, nos conjuntos 5 e 6 da cidade, e vai beneficiar 1.080 pessoas.


Prefeito Comunitário Dataniel Duarte, Arniqueira. 


Os moradores têm até 18 de junho para apresentar a proposta do terreno à Terracap. Quem ainda não fez o cadastro prévio pode realizar pelo site da Terracap ou pelo aplicativo da agência.

Os moradores não aceitam o valor cobrado pelo lote, muitos não aprovam e verem o valor astronômico. O valor dos lotes varia de R$ 105 mil a R$ 667 mil. Aqueles que optarem pelo pagamento à vista terão 25% de desconto.


"Este Edital é criminoso, os moradores não vão aceitarem lutaremos até cancelar o Edital, entendemos que fomos desrespeitados por políticos de nossa região de Arniqueira", disse Dataniel Duarte prefeito comunitário de Arniqueiras.


A administradora de Arniqueira, Telma Rufino, lembrou que a regularização era esperada há muitos anos. “Agradeço a todos os órgãos envolvidos para que nós conseguíssemos legalizar os imóveis. Também ressalto a importância da construção de equipamentos públicos que serão construídos na região, na área da saúde e educação, entre outros”, comentou.

Por: RA

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela matéria, pois mostra a indignação da população com este desgoverno
    do inganês que criou uma administração cabide de emprego, incompetente e perseguidora , este grupo da adm. Telma Rufino, é um atraso para a cidade. Acorda! Arniqueira

    ResponderExcluir
  3. A Telma achou o valor exorbitante. Vamos colocar na matéria?

    ResponderExcluir
  4. Queremos regularizar sim mas precisamos de um valor justo. Estamos numa época difícil com salários reduzidos e muitos perderam os empregos.
    Já fizemos muitas infraestruturas na cidade, precisam rever estes valores!!

    ResponderExcluir
  5. Queremos a regularização sim, mas com preço justo. 100 reais o M2

    ResponderExcluir
  6. Parabéns ao presidente da associação sr.Datanael que está se empenhando pra ajudar a população de Arniqueira que não aceita esse absurdo valor cobrado de nós, não estamos nos recusando a pagar nossos lotes, só que tem que ser um valor justo, esse momento de pandemia é muito complicado para todos, principalmente para quem trabalha como autônomo e para quem perdeu o emprego, gostaríamos que o governador e Terracap refizesse o calculo com valor e prestações justas que caiba em nossos bolsos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A luta é justa... regularizar com preço justo... não a este edital

      Excluir
    2. Obrigado pela deferência... a população tem sido incansável em busca da sua dignidade e preço justo

      Excluir
  7. Parabéns Dataniel e todos que estão apoiando essa luta.
    O governo sempre foi ausente nessa região, agora quer aparecer, assumir a Arniqueira que já tem uns 20 anos e cobrar por não ter cuidado dela. Não escutou s população da Região.
    Queremos pagar sim mas sem especulação.
    Governador, olhe para o povo de Arniqueira, todos contribuíram para hoje ela estar assim. Queremos um preço justo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado a todos por se unirem nesta luta por um preço justo... afinal, esra cidade foi construída por seus moradores, logo, a valorização tem que ser dos moradores

      Excluir
  8. Meu Deus! Os nossos sonhos indo pro ralo, sonhamos com a regularização, mas agora estamos sendo explorados, um total desrespeito, famílias desempregadas, tendo que assumir uma dívida absurda que querem enfiar a todo custo de guela a baixo, não somos nem se quer ouvidos, não tem contra proposta, é como pegar ou largar, perder a sua casa para outro comprar, anos que moro aqui, e nunca imaginava que iríamos passar por tanto desrespeito, indignada Ibanes, queremos o seu posicionamento não deixe os nossos sonhos virarem desespero!!!
    Segue meu apelo em nome de muitos que aqui se encontram sem saída.

    ResponderExcluir
  9. O que queremos é um preço justo, não estamos pedindo nada de graça para senhor ninguém.

    ResponderExcluir
  10. O poder público foi omisso e quedou-se inerte quando a Arniqueiras, que são terras irregulares, foi invadida e vendida por grileiros, etc. Agora o governo que devia indenizar os compradores de boa-fé, vem com um proposta absurda dessas querendo tirar das costas das pessoas o que investiu em obras faraônicas no bairros ricos fazendo obras para gringo ver. Na verdade o poder público se tivesse vergonha na cara e respeito pelo povo devia era doar esses lotes aos seus ocupantes como forma de indeniza-los por terem sido enganados aos olhos do governo e diante de sua omissão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu como moradora de arniqueira também fico indignada com esse valor que a terracap esta cobrando.
      Já que vai cobrar que seja um valor justo ,pois não é todos que tem como pagar.
      Com tantas pessoas que não tem emprego tem
      E ter que arcar com uma dívida tão grande.
      O nosso governador deveria se sensibilizar com essa situação...

      Excluir
  11. Valor muito alto, quase o dobro da Vicente Pires e jardim botânico!!! Absurdo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Na Estrutural: Casal suspeito de tentativa de sequestrar crianças

Imagem de divulgação  De acordo com moradores de Estrutural Distrito Federal, nas casinhas, circulam um casal suspeito com intenção de sequestrar crianças num carro não identificado. Os boatos circulam por toda a Estrutural. Uma das vítimas contou que a mulher criminosa, desceu com uma enorme faca nas mãos, tentou sequestrar uma criança da própria mãe. Os criminosos, não tiveram êxito foram surpreendidos pelos moradores nas proximidades e fugiram. "Pessoas da cidade Estrutural e região das casinhas, está circulando um casal pela região num carro branco sem identificar a placa e modelo com intenção de sequestrar crianças, aconteceu um fato do casal criminoso querer tomar uma criança na manhã desta terça-feira (11/05), da mão própria mãe com a faca, o caso aconteceu nas casinhas na quadra 08 do Setor Oeste”, disse a moradora Gabriela Godoy. Caso se repita o crime. Denuncie: 197 - Polícia Civil e no 190 - PM-DF Redação: RANEWS e TV COMUNITÁRIA DE ESTRUTURAL - DF

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

GDF: as escutas telefônicas que aterrorizam alguns secretários

  8 out 2020 informações atualizada Por Mino Pedrosa A queda de braço velada entre o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres e o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF), vem causando pânico em alguns secretários nos bastidores. Há algumas semanas atrás o governador tomou conhecimento de que Anderson Torres incentivava o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) a fazer um pente fino em algumas secretarias informando que a “roubalheira é grande”. Ibaneis então ficou indignado ao ponto de imaginar cortar a cabeça do secretário infiel. No entanto, foi de pronto alertado por seus fiéis escudeiros de que seria um enorme tiro pela culatra. Em uma sóbria sondagem descobriu que Torres tem em suas mãos informações das mais de quatro mil horas de gravações em escutas telefônicas nas principais secretarias como educação e saúde, autorizadas pela justiça desde 2016, ainda na gestão de Rodrigo Rollemberg. As paredes dos gabinetes dão conta do desespero que