Pular para o conteúdo principal

Senado homenageia contabilistas em sessão especial presidida por Izalci

 




O Senado realizou, nesta sexta-feira (30), uma sessão especial em homenagem ao Dia do Contabilista, comemorado em 25 de abril. Presidida pelo senador Izalci Lucas (PSDB/DF), a cerimônia homenageou aproximadamente 500 mil profissionais em todo o país que, segundo o parlamentar, “são fundamentais para alavancar a economia brasileira”.

Contador por formação, o senador defendeu a valorização profissional dos contabilistas e ressaltou que, para além das empresas e dos governos, o cidadão também pode fazer uso das Ciências Contábeis nos orçamentos familiares.


“E pode o cidadão encarar a Contabilidade como carreira, como projeto de vida, como uma das melhores opções de empregabilidade no Brasil, dada a imensa necessidade desses trabalhadores qualificados no mercado”, disse.

Izalci lembrou ainda que como parlamentar tem procurado ajudar nas reivindicações da classe como, por exemplo, na defesa da aprovação, pela Câmara dos Deputados, do projeto que anistia as multas por atraso na entrega da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia e Informações à Previdência Social (GFIP),


“O ministro da Economia, Paulo Guedes, prometeu aqui, em reunião, que iria rever a questão das multas acessórias. Solicitei também a ajuda do presidente desta Casa [Rodrigo Pacheco] para que atue junto ao presidente da Câmara [Arthur Lira], para votar logo o projeto que anistia as multas da GFIP. Nós o aprovamos aqui no Senado, fruto de acordo com o governo, e o texto se encontra em regime de urgência na Câmara. Em Plenário, fiz um pronunciamento pedindo ao governo que não desfaça o acordo realizado e cumpra o que prometeu. Vamos continuar lutando e cobrando sem descanso, com o apoio de todas as instituições que representam a nossa categoria”, declarou.

Também presente à sessão, a senadora Zenaide Maia (Pros-RN), afirmou que os contadores são responsáveis pela “saúde financeira, econômica e patrimonial do país e dos cidadãos.


“É um serviço essencial. Vocês que dão o diagnóstico e mostram o caminho para a saúde financeira e patrimonial, seja da pessoa física ou de um país ou estado”, afirmou, parabenizando os profissionais.

História

A contadora de histórias, Nyedja Gennari, afirmou que poucas histórias são tão antigas e inspiradoras quanto a da contabilidade. Segundo contou, há interessantes relatos na Bíblia sobre controles contábeis de José do Egito a Jó ou nos Evangelhos de São Mateus e São Lucas na parábolas de Jesus, que comprovam que nos tempos bíblicos os controles de ativos eram práticas comuns. Ainda segundo Nyedja, no Brasil seu grande marco se deu com a chegada da família real.

Nyedja relatou algumas curiosidades sobre a profissão, entre elas, dados do portal Guia do Estudante demonstrando que o curso de ciências contábeis está entre os seis cursos superiores mais disputados no Brasil desde 2012.

A contadora também informou que o profissional de contabilidade tem muitos motivos para comemorar e muitas datas também. “No calendário, há pelo menos três, cada uma delas com o significado: 14 de janeiro dia do empresário contábil, 25 de abril dia do profissional de contabilidade, 22 de setembro dia do contador. E alguns ainda incluem mais uma data, o dia 21 de setembro, dia de São Mateus ,o padroeiro dos profissionais da contabilidade”.

Ampliação do mercado de trabalho

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Zulmir Ivânio Breda, disse que o setor tem trabalhado para ampliar o mercado de trabalho e facilitar a qualificação e a atualização profissional. Ele também lembrou que a tecnologia transformou-se numa grande aliada da profissão, oferecendo maior agilidade e precisão nas informações e relatou que o conselho tem atuado junto ao Poder Legislativo, contribuindo com as proposições que precisam da visão dos profissionais da Contabilidade.


“Entre elas, a reforma do Código Comercial, pois o ambiente de negócios brasileiro precisa urgentemente de medidas, modificações que descompliquem e desburocratizem os processos, para estimular o empreendedorismo, o investimento e o crescimento econômico”, afirmou.

Daniel Chaves Fernandes, Presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Distrito Federal, disse que a categoria consegue detectar as melhores oportunidades de negócio, possibilita a obtenção de maior lucro, a redução de despesas necessárias, dando assim suporte às tomadas de decisão.


“A cada dia, o mercado de trabalho torna-se mais promissor. Existem grandes oportunidades e elas estão por aí. Cabe a nós enxergá-las e aproveitá-las, principalmente nas áreas de consultoria, assessoria contábil e empresarial, auditoria, perícia, ou seja, tudo o que o empresário e o Governo mais necessita está no escopo do trabalho do profissional contábil”, disse.

Inovação e Desafios

A Presidente da Associação Interamericana de Contabilidade, Maria Clara Cavalcante Bugarim, falou das inovações e desafios, da categoria.


“Passamos por uma série de inovações, mas também por inúmeros desafios, como os que estamos vivenciando no momento com a inesperada pandemia que recaiu sobre a população mundial. Nesse quesito, tivemos que nos reinventar, mas também demonstramos de forma inequívoca a nossa essencialidade. Todos os avanços nos deixam muito orgulhosos por reconhecer que é pela nossa contabilidade que as empresas crescem e se proliferam. Com o suor das sucessivas legiões de líderes contábeis que sempre acreditaram na importância das ciências contábeis temos, diariamente, colhido diversos frutos dessa farta semeadura” disse.

Valorização profissional

Vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do Conselho Federal de Contabilidade, Aécio Prado Dantas Junior, destacou a necessidade de valorização profissional. Ele comentou o posicionamento da classe para garantir a sobrevivência das organizações, especialmente durante a pandemia, e observou que o controle e a transparência pública passam essencialmente pelas mãos dos contadores.


“Precisamos entender que é tempo de mudar, é tempo de pensar o impensável. Não podemos continuar apenas vendendo produtos e serviços, precisamos, sim, entregar valor ou experiência. Tecnologia, gestão, marketing, custos, fluxo de caixa, compliance e tantos outros temas fundamentais para o desenvolvimento dos negócios precisam estar na ordem do dia de todos os profissionais da contabilidade. Esse é o cenário que almejamos e que devemos buscar, profissionais sérios e capacitados, entidades comprometidas com o fortalecimento da classe e uma profissão valorizada e respeitada pela sociedade, afirmou.

Já a vice-presidente de Registros do Conselho Federal de Contabilidade, Lucélia Lecheta, observou que neste momento de distanciamento físico, devido à crise do Coronavírus, a categoria tem estado “cada vez mais próxima das empresas brasileiras”.


“Gostaria de ressaltar a importância do nosso trabalho, especialmente das mais de 75 mil organizações contábeis, na implementação dos programas emergenciais lançados pelo Governo ao longo do ano passado.(…) Além de auxiliar as empresas na implementação dessas medidas, fomos também parceiros das secretarias do Governo no desenvolvimento de ferramentas tecnológicas que pudessem ser implementadas no curtíssimo prazo que a pandemia exigiu”, lembrou, reiterando que a classe contábil segue à disposição para discutir e contribuir com as reformas estruturais necessárias para melhorar o ambiente de negócios do nosso País.

Reformas

Adriano de Andrade Marrocos, Vice-Presidente da Academia de Ciências Contábeis do DF e Conselheiro do Conselho Federal de Contabilidade, falou sobre dois assuntos de interesse “máximo” da categoria, as reformas tributárias e eleitoral.


“A Reforma Tributária tem total e irrestrito apoio do Conselho Federal de Contabilidade, não apenas pelo fato de termos profissionais contábeis nos dois lados da mesa, mas porque é necessária a construção de um modelo que simplifique operações de obrigações acessórias, evitando a sobreposição de dados e de informações e obviamente a consequente repetição de tarefas.

Sobre a Reforma Eleitoral, Adriano disse que a categoria não deve permitir a alteração na atual legislação, pois afetará diretamente o ponto que garante transparência e que contribui para o devido controle das prestações de contas: a assinatura do profissional contábil.

Também participaram da sessão, Ana Tércia Lopes Rodrigues -- Presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul, Sérgio Approbato Machado Júnior-Presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas – Fenacon,Shirley Silva-Diretora de Desenvolvimento Profissional Nacional do Ibracon, Adeildo Osório de Oliveira- Presidente da Fundação Brasileira de Contabilidade – FBC, Marco Aurélio Gomes de Sá- Presidente do Sescon-DF.

Fontehttps://izalci.com.br/ultimas/senado-homenageia-contabilistas-em-sessao-especial-presidida-por-izalci/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto que o Brasil precisa

Willian Gonçalves Faria - Foto/divulgação       Willian Gonçalves faria, natural de Patos de Minas MG, 28 anos de idade, morador de São de Sebastião Distrito Federal , vem lutando pela melhoria das políticas pública de educação tem um projeto de sua autoria que percorre esferas do governo federal em prol da educação. O projeto: ”Ensino de Portas Abertas a Arte, Cultura e Inovação” – trabalhando o conceito vida consiste em introduzir dentro da matriz escolar soluções positivas junto a crianças e adolescentes apoiado pelos professores. Sendo construído em sala de aula em troca mútua de conhecimento, ou seja, o projeto consiste em inserir no dia a dia da escola ações que possibilitem tomadas de decisões com situações reais que acontecem no país. William Gonçalves Faria - Foto/divulgação  O jovem oriundo do Estado de JK, visionário igualmente ao presidente construtor da capital Federal conhecedor e experiente nas lutas e discurssões sociais por meio de ONGs e entidades representativas ecle

Moradores encontram cabeça decapitada em praça no Entorno do DF

 A  vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A Polícia Civil do Estado de Goiás busca pelos autores do crime Por Darcianne Diogo 02/07/2021 23:29 - Atualizado Material cedido ao Correio Moradores encontraram, na noite dessa sexta-feira (2/7), uma cabeça decapitada na Praça Santa Lúcia, em Águas Lindas de Goiás — distante cerca de 48km de Brasília. Até a última atualização dessa reportagem, ninguém havia sido preso. O corpo não foi encontrado. Testemunhas relataram à reportagem que passavam pela área, quando se depararam com a cabeça. A perícia da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) foi acionada e está no local. A vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A polícia apura a motivação do crime. Ao longo das investigações, surgiu-se a informação de que o membro poderia ser do jovem, de 19 anos, assassinado em 13 de maio. O corpo de Mateus dos Santos Sousa foi encontrado decapitado em um córrego, na região de Brazlândia, próximo à Ponte Maranata, a 200 me

GDF lança edital para construção de creche na Estrutural

O Governo do Distrito Federal (GDF) publicou no Diário Oficial DF (DODF) o edital de concorrência para a construção de um Centro de Educação para a Primeira Infância (Cepi), na Cidade Estrutural. O espaço, que terá capacidade para receber até 188 crianças, foi orçado em R$ 3,4 milhões e deverá ser entregue à população no segundo semestre de 2022. A região reivindica há anos a existência de novas creches. Atualmente, segundo o governo, cerca de 276 crianças estudam em creches conveniadas justamente por falta de espaço público. Com a construção do Cepi, que vai ser edificado na Quadra 3, Área Especial 2, no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento, o governo pretende atender as crianças em dois turnos ou em turno integral. O novo Cepi será constituído de cinco salas para atendimento à faixa etária de zero a seis anos; salas multiuso e administrativas, fraldário, lactário, sanitários, cozinha, refeitório, playground, fechamentos com gradil, portões e muro; calçadas, rampas, estacio