Pular para o conteúdo principal

Senadores recebem caixa que ‘solta pó’ e provoca alergia; Pacheco manda investigar


Diego Amorim
13/05/2021 10:25Atualizado há 19 minutos
Foto: Agência Senado



De ontem para hoje, apurou O Antagonista, começaram a chegar em gabinetes de senadores uma caixa com um material que, segundo relatos, “solta um pó” e tem provocado alergia em algumas pessoas que abriram a correspondência.

Rodrigo Pacheco mandou a situação ser investigada imediatamente. A Polícia Legislativa recolheu o material de pelo menos um gabinete.

A correspondência, que está sendo entregue pessoalmente, tem como remetente uma instituição dos Estados Unidos e faz parte de uma campanha de conscientização para que o Brasil atue para evitar testes de cosméticos em animais.

“Vamos apurar, soube agora. Pode ser uma forma de mostrar aos senadores que isso provoca alergia, como forma de conscientização. Se for isso, é, no mínimo, uma brincadeira de muito mau gosto”, disse Pacheco, mais cedo, a O Antagonista.

Dentro da caixa, há um produto em formato de animal, aparentemente um coelho, que, segundo uma das pessoas que o manuseou, se espedaçou “como se fosse um suspiro” e, em seguida, teria provocado coceiras. A caixa chegou a gabinetes como os dos senadores Marcos Rogério (DEM), Rogério Carvalho (PT), Sérgio Petecão (PSD) e Simone Tebet (MDB).

Uma funcionária de um desses gabinetes enviou, no início da manhã, a seguinte mensagem para os colegas do Senado: “Pessoal, bom dia. Queria fazer um alerta aos gabinetes. Chegou uma entrega aqui com um coelho em material não identificado, que, quando tocado, libera um pó. As duas pessoas que tiveram contato apresentaram reação alérgica. A carta que acompanha é um apelo para que as autoridades trabalhem para evitar testes de cosméticos em animais. Assim como ocorreu conosco, acredito que pode acontecer nos demais gabinetes. Fica o alerta. Tenham cuidado!”.

A Diretoria-Geral do Senado orientou servidores e senadores a acionar a Polícia Legislativa, em caso de recebimento da tal caixa.

Assustados, senadores chegaram a dizer, nos bastidores, que poderia se tratar de uma “arma biológica”.

Após a publicação desta nota, O Antagonista soube que se trata, de fato, de uma campanha de conscientização. A ação é de responsabilidade do Humane Society International (HSI), “uma organização internacional que trabalha mundialmente para proteger animais em laboratório, de produção, domésticos e silvestres”. Segundo um texto que circula entre senadores, na correspondência enviada aos parlamentares (veja imagem abaixo) “contém duas bombas de espuma ‘bath bomb’ que são usadas em banheiras”.


O texto pede para que funcionários e senadores não se assustem.

“Não se assustem! É uma ação de conscientização, apenas. Infelizmente alguns colegas devem ter alergia aos componentes do sabonete. Mas não se preocupem, não é nada além disso.”

Senadores reunidos na CPI da Covid comentaram o episódio há pouco.

Um funcionário do gabinete de Petecão gravou um vídeo após ter aberto a caixa. Assista abaixo:




Informações do:   O ANTAGONISTA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto que o Brasil precisa

Willian Gonçalves Faria - Foto/divulgação       Willian Gonçalves faria, natural de Patos de Minas MG, 28 anos de idade, morador de São de Sebastião Distrito Federal , vem lutando pela melhoria das políticas pública de educação tem um projeto de sua autoria que percorre esferas do governo federal em prol da educação. O projeto: ”Ensino de Portas Abertas a Arte, Cultura e Inovação” – trabalhando o conceito vida consiste em introduzir dentro da matriz escolar soluções positivas junto a crianças e adolescentes apoiado pelos professores. Sendo construído em sala de aula em troca mútua de conhecimento, ou seja, o projeto consiste em inserir no dia a dia da escola ações que possibilitem tomadas de decisões com situações reais que acontecem no país. William Gonçalves Faria - Foto/divulgação  O jovem oriundo do Estado de JK, visionário igualmente ao presidente construtor da capital Federal conhecedor e experiente nas lutas e discurssões sociais por meio de ONGs e entidades representativas ecle

Moradores encontram cabeça decapitada em praça no Entorno do DF

 A  vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A Polícia Civil do Estado de Goiás busca pelos autores do crime Por Darcianne Diogo 02/07/2021 23:29 - Atualizado Material cedido ao Correio Moradores encontraram, na noite dessa sexta-feira (2/7), uma cabeça decapitada na Praça Santa Lúcia, em Águas Lindas de Goiás — distante cerca de 48km de Brasília. Até a última atualização dessa reportagem, ninguém havia sido preso. O corpo não foi encontrado. Testemunhas relataram à reportagem que passavam pela área, quando se depararam com a cabeça. A perícia da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) foi acionada e está no local. A vítima foi identificada como Randerson Maximo Barbosa. A polícia apura a motivação do crime. Ao longo das investigações, surgiu-se a informação de que o membro poderia ser do jovem, de 19 anos, assassinado em 13 de maio. O corpo de Mateus dos Santos Sousa foi encontrado decapitado em um córrego, na região de Brazlândia, próximo à Ponte Maranata, a 200 me

GDF lança edital para construção de creche na Estrutural

O Governo do Distrito Federal (GDF) publicou no Diário Oficial DF (DODF) o edital de concorrência para a construção de um Centro de Educação para a Primeira Infância (Cepi), na Cidade Estrutural. O espaço, que terá capacidade para receber até 188 crianças, foi orçado em R$ 3,4 milhões e deverá ser entregue à população no segundo semestre de 2022. A região reivindica há anos a existência de novas creches. Atualmente, segundo o governo, cerca de 276 crianças estudam em creches conveniadas justamente por falta de espaço público. Com a construção do Cepi, que vai ser edificado na Quadra 3, Área Especial 2, no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento, o governo pretende atender as crianças em dois turnos ou em turno integral. O novo Cepi será constituído de cinco salas para atendimento à faixa etária de zero a seis anos; salas multiuso e administrativas, fraldário, lactário, sanitários, cozinha, refeitório, playground, fechamentos com gradil, portões e muro; calçadas, rampas, estacio