Pular para o conteúdo principal

Professora recebe salário de concursada e decide ser prostituta para pagar contas

 

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA (FOTO: MINERVINO JUNIOR/CB/D.A PRESS)

O baixo salário de professora, mesmo concursada, foi o motivo apontado por Celine (nome fictício) para se tornar prostituta, em São Paulo. Numa quinta-feira de 2018, quando recebeu os R$ 2 mil mensais, a professora, que hoje tem 35 anos e é mãe solteira de uma criança autista, afirmou que viu que o dinheiro não daria para cobrir as contas. Pensou uma, duas, três vezes. Até, finalmente, tomar a decisão.

Depois da escola, a professora foi para casa, tomou banho, vestiu a melhor roupa, usou um bom perfume e seguiu para a noite na Rua Augusta, no centro da cidade. Numa casa noturna, ela pediu uma bebida, puxou conversa com o gerente e conseguiu os primeiros programas, que lhe renderam cerca de R$ 600.

“Não tive medo nem pudor de ser prostituta. Se professor é profissão, por que puta não pode ser. […] Eu não estava arrependida. Tinha certeza do que faria a partir daquele instante. O único problema é que eu me sentia suja. Muito suja,” contou ao Yahoo! Notícias.

Ao voltar para casa, correu para o banheiro e tomou um longo banho. Usou shampoo, sabonete e até detergente. Pegou uma esponja para limpar o corpo e esfregou a pele até sair sangue. Chorou em silêncio para não acordar os pais e o filho.

Dupla jornada

Hoje, Celine vive uma dupla jornada. Professora concursada de uma escola da rede estadual de ensino de São Paulo de dia, e à noite é garota de programa. “Ganho aproximadamente R$ 2 mil por mês. Não consigo manter a minha família. Sou mãe solteira com um filho autista, de seis anos. Tenho que pagar escola, plano de saúde e as contas da casa. O salário de professor é uma miséria,” explica Celine.

A professora diz que as duas realidades não se misturam. Na sala de aula, é linha dura com os alunos, de 15 a 18 anos. Não permite baderna e exige respeito no ambiente escolar. “Às vezes, fico muito cansada. Mesmo assim, nunca faltei ao trabalho. Sou uma mulher responsável,” diz.

A professora, que é apaixonada pelo ofício, sabe que ensinar, no Brasil, é uma tarefa difícil. Para ela, além do baixo salário, o docente tem de enfrentar a falta de infraestrutura nas unidades de ensino e a violência, tão frequente na sala de aula.

Mas a crise econômica também chegou ao novo ramo de Celine. A clientela diminuiu nos últimos anos e a região ficou decadente, o que fez com que as prostitutas tivessem que rever o preço dos programas. “Muitos homens falam que estão sem dinheiro, que perderam o emprego ou tiveram o salário reduzido. E a gente é quem sofre as conseqüências.” Atualmente ela cobra R$ 150 por uma hora de encontro.

 

* As informações são do Yahoo! Notícias 

Fonte: CORREIO BRAZILIENSE Publicado em 21/10/2019 - 15:03 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

Ex-pastora posa nua no OnlyFans e diz que ‘recebeu chamado’ após ver ‘Titanic’

A ex-pastora, Nikole Mitchell, era líder de uma grande igreja nos Estados Unidos, mas afirma que seu “verdadeiro chamado” era outro. De acordo com matéria do UOL, a stripper, que faz sucesso no OnlyFans, contou que ao assistir “Titanic” e ver a cena em que Rose (Kate Winslet) posa nua para Jack (Leonardo DiCaprio), percebeu que gostaria de fazer o mesmo. “Lembro que estava na oitava série quando assisti ‘Titanic’, e quando a câmera passou pelo corpo nu da Kate Winslet, pensei: ‘Quero fazer isso quando ficar mais velha’”, disse. Então disse que sempre teve esse tipo de pensamentos: “Esses desejos sempre estiveram lá, mas eu não tinha ninguém com quem falar sobre isso porque logo aprendi que esse não é o tipo de conversa que você tem dentro da igreja, infelizmente”, contou. A ex-pastora abandonou a vida religiosa em 2017. Hoje ela mantém a si mesma e seus três filhos com a renda gerada pelo conteúdo produzido no OnlyFans. https://www.oliberal.com/ Fonte: Geral Notícias 

Lázaro Barbosa colocou fogo em uma casa numa fazenda baleou um morador e atirou em mais três pessoas

Segundo G1 de Goaiás, um homem de 32 anos suspeito de matar um casal e dois filhos atirou em quatro pessoas ao fugir de cerco policial em Cocalzinho de Goiás, na noite de sábado (12), segundo o tenente Álvaro Mota, da Polícia Militar do Distrito Federal. Lázaro Barbosa de Sousa não foi localizado até as 10h deste domingo (13). A polícia usa helicópteros e cães farejadores na busca, disse o policial. O oficial informou que ele entrou em uma fazenda na zona rual de Cocalzinho e baleou um morador. Em seguida, fugiu para outra propriedade e atirou em mais três pessoas, que estavam acampadas no local. Ele também colocou fogo em uma casa da fazenda. Os baleados estão com estado de saúde estável, segundo o policial. Informações do G1 de Goiás