Pular para o conteúdo principal

Secretário Rodney Miranda continua acompanhando buscas por Lázaro Sousa no entorno do Distrito Federal

 Segundo chefe da SSP-GO, equipes policiais estão cada vez mais próximas de capturar o suspeito. Indivíduo é investigado por pelo menos cinco assassinatos, em Goiás e no DF. Mais de 200 policiais realizam buscas.


Imagens de divulgação 

As buscas por Lázaro Barbosa Sousa, de 32 anos, continuam nesta terça-feira (15/06), na região do entorno do Distrito Federal. A força-tarefa montada entre as Secretarias de Segurança Pública de Goiás e do DF, com apoio das polícias Rodoviária Federal e Federal, segue no local. Mais de 200 policiais atuam para capturar o indivíduo, investigado por pelo menos cinco assassinatos. O chefe da SSP-GO, Rodney Miranda, que coordena os trabalhos, voltou à região para acompanhar a operação.

De acordo com o secretário, as equipes se aproximam cada vez mais do suspeito, que está praticamente cercado na zona rural de Edilândia, povoado de Cocalzinho de Goiás. “Temos boas pistas. Estabelecemos um perímetro e estamos concentrando boa parte dos esforços ali. Acredito que nas próximas horas teremos mais novidades”, ressaltou.

O titular da pasta confirmou as informações sobre Lázaro, que foram divulgadas na noite desta segunda-feira (14/06). Na ocasião, o suspeito teria invadido uma propriedade rural da região e trocado tiros com um funcionário da fazenda. “Ele [Lázaro] deu a volta na casa e efetuou alguns disparos com uma arma calibre 380, que ele tinha roubado de uma residência, onde ele baleou outras três pessoas. Eu estive lá, conversei com o caseiro. Ele acha que o baleou, mas acredito que não, já que não havia vestígios disso”, detalhou.

Rodney Miranda voltou a destacar o histórico do indivíduo, considerado de alta periculosidade. “É um psicopata. Não é a primeira vez que comete crimes. Ele conhece muito bem a área, é nascido e criado ali. É mateiro e está fazendo esforço enorme para se esconder e fugir da polícia. Mas nós também estamos fazendo um esforço enorme e vamos conseguir capturá-lo e apresentá-lo à Justiça o mais breve possível”, disse.

Ainda de acordo com o chefe da força-tarefa, os trabalhos também estão voltados para a proteção e garantia de segurança aos moradores locais. “Estamos fazendo toda a salvaguarda para não termos mais vítimas. As propriedades que não podem ficar sem ninguém, colocamos policiais próximos. Aqueles que quiseram sair, a gente está fazendo uma escolta, um trabalho de vigilância, inclusive nas propriedades abandonadas”, enfatizou.

O secretário destacou o importante papel que a população desempenha, auxiliando com denúncias e novas pistas, que possam levar ao paradeiro do investigado. “Se tiver informação, passe para a Polícia. Mas informação verossímil, que a gente possa realmente apurar. Apareceu informação de que ele estava em Sobradinho, no DF, em outros locais, pulando muro de casa. Então tem muita conversa”, afirmou.

O indivíduo é suspeito de cometer um quádruplo latrocínio em Ceilândia, no DF e um quinto em Goiás. Ele teria ainda baleado três pessoas no último sábado (12/06), em Cocalzinho de Goiás, deixando duas delas em estado grave. Lázaro Barbosa Sousa já possui uma condenação por homicídio, no Estado da Bahia. É também procurado no DF e em Goiás por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

“Recebi uma ligação do secretário Júlio Danilo, do DF, nos dando todo o apoio. Ele está substituindo as equipes dele e eu estou tendo dificuldade para substituir as minhas, não porque não tenho, mas porque as equipes não querem sair. Todos estão agarrados lá. Eu vou ficar no local até encontrar esse sujeito e restabelecer a tranquilidade para a população de bem da região do entorno de Goiás e do DF”, completou.

Secretaria de Estado da Segurança Pública- Governo de Goiás

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Estrutural: Casal suspeito de tentativa de sequestrar crianças

Imagem de divulgação  De acordo com moradores de Estrutural Distrito Federal, nas casinhas, circulam um casal suspeito com intenção de sequestrar crianças num carro não identificado. Os boatos circulam por toda a Estrutural. Uma das vítimas contou que a mulher criminosa, desceu com uma enorme faca nas mãos, tentou sequestrar uma criança da própria mãe. Os criminosos, não tiveram êxito foram surpreendidos pelos moradores nas proximidades e fugiram. "Pessoas da cidade Estrutural e região das casinhas, está circulando um casal pela região num carro branco sem identificar a placa e modelo com intenção de sequestrar crianças, aconteceu um fato do casal criminoso querer tomar uma criança na manhã desta terça-feira (11/05), da mão própria mãe com a faca, o caso aconteceu nas casinhas na quadra 08 do Setor Oeste”, disse a moradora Gabriela Godoy. Caso se repita o crime. Denuncie: 197 - Polícia Civil e no 190 - PM-DF Redação: RANEWS e TV COMUNITÁRIA DE ESTRUTURAL - DF

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

GDF: as escutas telefônicas que aterrorizam alguns secretários

  8 out 2020 informações atualizada Por Mino Pedrosa A queda de braço velada entre o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres e o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF), vem causando pânico em alguns secretários nos bastidores. Há algumas semanas atrás o governador tomou conhecimento de que Anderson Torres incentivava o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) a fazer um pente fino em algumas secretarias informando que a “roubalheira é grande”. Ibaneis então ficou indignado ao ponto de imaginar cortar a cabeça do secretário infiel. No entanto, foi de pronto alertado por seus fiéis escudeiros de que seria um enorme tiro pela culatra. Em uma sóbria sondagem descobriu que Torres tem em suas mãos informações das mais de quatro mil horas de gravações em escutas telefônicas nas principais secretarias como educação e saúde, autorizadas pela justiça desde 2016, ainda na gestão de Rodrigo Rollemberg. As paredes dos gabinetes dão conta do desespero que