Pular para o conteúdo principal

TRIPLO HOMICÍDIO Comparsa ajudou na fuga de suspeito de cometer triplo homicídio no DF

Na madrugada desta sexta-feira (11/6), Lázaro Barbosa Sousa invadiu uma chácara em Ceilândia, fez um funcionário como refém e roubou um carro. O veículo foi encontrado incendiado na BR-070, a 10 minutos de Cocalzinho de Goiás

Por Darcianne Diogo
11/06/2021 17:41 - Atualizado em 11/06/2021 20:58


Darcianne Diogo/D.A Press


O suspeito de cometer um triplo homicídio em Ceilândia Norte e sequestrar a empresária Cleonice Marques, 43 anos, contou com a ajuda de um comparsa para buscá-lo no meio da estrada, na BR-070. Lázaro Barbosa Sousa, 33, teria invadido uma chácara na madrugada desta sexta-feira (11/6), feito o caseiro de refém e roubado um veículo, um Palio branco.

O carro foi encontrado incendiado no meio da BR, a 10 minutos de Cocalzinho de Goiás. O comandante do Batalhão da cidade, o tenente Gerson de Paula, afirmou ao Correio que o suspeito, após incendiar o automóvel, foi buscado por um colega na rodovia. "O senhor que o buscou foi ouvido e continuamos em diligências. É o que podemos dizer até o momento", frisou o tenente.

Mais de 80 policiais civis e militares do DF e Entorno, auditores fiscais e rodoviários federais estiveram no município de Cocalzinho para localizar o paradeiro de Lázaro, que é investigado por cometer, pelo menos, 10 homicídios na região de Girassol (GO), Cocalzinho e no DF.

A mãe e o pai de Lázaro são separados e moram em Girassol (GO). Policiais também estiveram no endereço deles. O pai afirmou que não mantém contato com o filho há, pelo menos, seis anos. E a mãe informou que não sabe o paradeiro de Lázaro.

O caso

O sequestro da empresária Cleonice Marques, 43 anos, e a morte do marido, Cláudio Vidal, 48, e dos dois filhos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, causaram forte comoção em todo o Distrito Federal. O principal suspeito do crime é Lázaro Barbosa Sousa, 33, um homem que acumula passagens por estupros, roubos e homicídio. Algumas questões, no entanto, seguem sem respostas.

Lázaro invadiu a residência da família no Incra 9 de Ceilândia Norte, por volta das 2h. Ele arrombou a porta e, em menos de 10 minutos, matou o marido de Cleonice e os dois filhos a facadas. Antes de conseguir entrar na casa, a empresária ligou para o irmão pedindo socorro. O familiar chegou ao imóvel em pouco tempo, mas se deparou com os corpos no quarto e não encontrou Cleonice. Mesmo agonizando, Cláudio conseguiu alertar o cunhado: “Age rápido. Levaram a Cleonice”, disse segundos antes de morrer.

Na tarde desta quarta-feira (9/6), as forças de segurança do DF se mobilizaram em uma mega-operação para tentar localizar a mulher e o suspeito. Buscas em um matagal próximo foram feitas durante todo o dia com cães farejadores, além do uso de drones. Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (10/6), policiais do DF entraram no segundo dia de buscas.
Reféns

Durante a madrugada desta sexta-feira (11/6), policiais foram acionados para uma ocorrência de roubo em outra residência próxima ao Pesque-Pague Papaléguas, também em Ceilândia. Fontes policiais informaram que um homem invadiu a casa por volta das 20h de quinta-feira (10/6), amarrou o funcionário e levou o carro, um Palio Branco. Ele teria deixado o imóvel às 3h30 e seguiu para Cocalzinho (GO), onde ateou fogo no veículo.




Na manhã desta quinta-feira (10/6), Lázaro entrou armado em uma residência que fica a 3km de distância da chácara onde o marido de Cleonice, Cláudio Vidal, 48, e os dois filhos do casal foram mortos. Sílvia Campos, 40, proprietária do local, ficou sob a mira do criminoso por mais de três horas. Ao Correio, ela contou que o homem confessou participação no triplo homicídio. "Ele perguntou se eu estava acompanhando o noticiário e afirmou que estava envolvido, mas que não tinha agido sozinho", relatou.

O homem vestia camisa e boné camuflados e uma calça moletom preta. Armado, ele roubou cerca de R$ 200 da bolsa da mulher e colocou o celular para carregar em um dos cômodos da residência. O suspeito ainda obrigou Sílvia a cozinhar para ele e a lhe servir. "Ele ficou andando de um lado para o outro e perguntou se eu estava acompanhando o noticiário. Disse que ele participou do assassinato do empresário e dos dois filhos, mas que não agiu sozinho", relatou.

Por Darcianne Diogo
11/06/2021

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Estrutural: Casal suspeito de tentativa de sequestrar crianças

Imagem de divulgação  De acordo com moradores de Estrutural Distrito Federal, nas casinhas, circulam um casal suspeito com intenção de sequestrar crianças num carro não identificado. Os boatos circulam por toda a Estrutural. Uma das vítimas contou que a mulher criminosa, desceu com uma enorme faca nas mãos, tentou sequestrar uma criança da própria mãe. Os criminosos, não tiveram êxito foram surpreendidos pelos moradores nas proximidades e fugiram. "Pessoas da cidade Estrutural e região das casinhas, está circulando um casal pela região num carro branco sem identificar a placa e modelo com intenção de sequestrar crianças, aconteceu um fato do casal criminoso querer tomar uma criança na manhã desta terça-feira (11/05), da mão própria mãe com a faca, o caso aconteceu nas casinhas na quadra 08 do Setor Oeste”, disse a moradora Gabriela Godoy. Caso se repita o crime. Denuncie: 197 - Polícia Civil e no 190 - PM-DF Redação: RANEWS e TV COMUNITÁRIA DE ESTRUTURAL - DF

Suspeito de chacina no DF é encontrado e troca tiros com a polícia

A perseguição contra Lázaro Barbosa de Sousa, acusado de matar 4 pessoas no DF, ocorre em Cocalzinho (GO), na noite deste sábado (12/6) As polícias Militar do Distirto Federal (PMDF) e de Goiás (PMGO) iniciaram, na noite deste sábado (12/6), um cerco contra o suspeito de matar quatro pessoas, em chacina ocorrida em Ceilândia, no Incra 9. Informações preliminares apontam que Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, roubou armas em uma fazenda à tarde . Ele fugiu com uma Beretta .22, uma pistola calibre .380 e 50 munições. homem foi localizado em Cocalzinho (GO) e, durante a perseguição, trocou tiros com a polícia. Informações preliminares apontam que três pessoas ficaram feridas e um refém estaria sob poder do criminoso. Lázaro é acusado de matar, na última quarta-feira (9/6), Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. Ele ainda sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos. O corpo dela foi encontrado neste sábado, em um matagal. O cad

GDF: as escutas telefônicas que aterrorizam alguns secretários

  8 out 2020 informações atualizada Por Mino Pedrosa A queda de braço velada entre o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres e o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF), vem causando pânico em alguns secretários nos bastidores. Há algumas semanas atrás o governador tomou conhecimento de que Anderson Torres incentivava o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) a fazer um pente fino em algumas secretarias informando que a “roubalheira é grande”. Ibaneis então ficou indignado ao ponto de imaginar cortar a cabeça do secretário infiel. No entanto, foi de pronto alertado por seus fiéis escudeiros de que seria um enorme tiro pela culatra. Em uma sóbria sondagem descobriu que Torres tem em suas mãos informações das mais de quatro mil horas de gravações em escutas telefônicas nas principais secretarias como educação e saúde, autorizadas pela justiça desde 2016, ainda na gestão de Rodrigo Rollemberg. As paredes dos gabinetes dão conta do desespero que